Job Details

VPROTEC pretende recrutar (Ex-)militares do RC para desempenhar as funções de Vigilante (M/F) em Loures, Sacavém e Alverca

Company Apply Now

CIOFE

Published

2019-06-05

Closes

2019-07-06

Location

Loures, Sacavém e Alverca, Lisboa, Portugal

Category

Customer Service, Operations and Logistics

Type

Full-time, Part-time

Description

A empresa VPROTEC – Serviços e Tecnologia e Segurança S.A, dedica-se à atividade de segurança privada, com o alvará número 122 A e C, encontrando-se em constante crescimento derivado ao empenhamento e dedicação diária de profissionais competentes.

Neste momento a VPROTEC encontra-se a recrutar profissionais dedicados para desempenhar as funções de Vigilante «PART TIME/ FULL TIME» para Loures, Sacavém e Alverca (entrada imediata).

Requisitos

  • CARTÃO DE VIGILANTE VALIDO (Obrigatório)
  • Disponibilidade imediata e para trabalhar por turnos rotativos 8h
  • Integridade e honestidade
  • Boa capacidade de comunicação e relacionamento interpessoal

Oferecem

  • Integração em empresa sólida com uma carreira estável
  • Formação contínua, desenvolvimento e progressão profissional
  • Vencimento base de acordo com o CCT

Se reúnes os requisitos solicitados. Candidata-te! 

ATENÇÃO! Ao enviar a sua candidatura, está a consentir que os dados pessoais disponibilizados, sejam processados e armazenados pela VPROTEC S.A, como entidade responsável pelo tratamento de tais dados. Os dados não serão transferidos para países terceiros e destinam-se unicamente para gestão de processos para recrutamento de novos colaboradores. Caso não seja admitido os dados serão mantidos pelo prazo de doze meses. Nos termos do RGPD, é garantido o direito de acesso, retificação, atualização e eliminação dos seus dados pessoais, mediante pedido escrito dirigido à VPROTEC S.A, ou ao seu Encarregado de Proteção de Dados. Em qualquer dos casos, tal pedido deve ser remetido para a VPROTEC S.A, sito na Avenida Tomás Ribeiro, número 133, 2.º andar, Sala 15, Linda-a-Pastora, 2790-466 Queijas.

Pelo mesmo meio pode ser revogada a autorização dada pelo envio da candidatura, em qualquer caso, poderão igualmente apresentar reclamação, junto da Comissão Nacional da Proteção de Dados.